sábado, 6 de agosto de 2011

A lebre e a tartaruga (versão ritmada)

Era uma vez
Uma lebre ligeira e esperta
Corria, essa danada
Era a mais rápida da floresta

Um dia a tal lebre chamou a tartaruga
Lançou um desafio!
Apostar uma corrida
Até a ponta do rio

Dona Lebre não tinha dúvidas!
Ganharia a corrida
Deixando logo para trás sua vizinha esbaforida
Ninguém sabia como
A tartaruga aceitou
Mas o fato é que a bicha
Nem mesmo titubeou

Chegou o grande dia!
Logo foram se encontrar
Quando deram a largada a lebre foi em disparada
E a tartaruga vinha atrás (modo slow)
Atrasada até demais

A lebre resolveu parar para descansar
Ria da tartaruga que mal saía do lugar
O descanso virou cochilo
Até começou a roncar (rrrrrrrrong)

Enquanto isso a tartaruga não parava de andar
Vinha em seu passinho (modo slow)
Chegando ao fim do caminho (modo slow)
A lebre ao acordar (aaahhh – susto)
Mal podia acreditar
Perdeu essa corrida
Para a lerda amiga

Pimpiririnpimpim essa história chegou ao fim!


(Adaptação da Cia Chaveiroeiro ao texto de Ana C. Carvalho- Fábula de La Fontaine)

Neste sábado realizamos oficinas de formação na EMEF Professora Marisa Lapido Barbosa, com o tema: O sarau Infantil. Foi um momento artístico e reflexivo junto às professoras de Ed Infantil.

Neste espaço deixamos o convite: vamos criar, brincar com os alunos! Vamos descobrir do que somos capazes!!
Abraços e ótimos trabalhos!

Um comentário:

  1. Boa noite participei da formação no sábado gostaria de saber se tem a possibilidade de mandar a melodia da fábula e do momento das trocas de adivinhações. Pode ser (arquivo mp3/wma) para meu e-mail grazzim2@hotmail.com

    Grazielle

    ResponderExcluir